DESCUBRA SUA
NOTA NO
ENEM 2019

Simular agora!

Se você está ansioso para descobrir seu resultado no Enem, a gente te dá uma força!

A TRIEduc é especialista na Teoria de Resposta ao Item, metodologia utilizada no Enem para calcular sua nota. E para te ajudar, preparamos um SIMULADOR DA NOTA DO ENEM 2019 a partir do tratamento estatístico dos dados das edições anteriores do teste.

Preencha o cadastro a seguir e tenha acesso ao formulário em que você colocará suas respostas às questões das provas do Enem 2019 e pronto:
calcularemos sua nota e você poderá já ter uma ideia de como se saiu



Sua nota no Enem 2019!

Cadastrar

A nota oficial do Enem é disponibilizada no site oficial do Inep alguns meses após a realização da prova, normalmente no mês de janeiro.

O que disponibilizamos aqui é um SIMULADOR DA SUA NOTA, feito a partir do tratamento estatíístico dos dados das edições anteriores do Enem.

Nossa intenção é oferecer uma pista de como foi seu desempenho na edição de 2019, mas não podemos garantir que acertaremos todos os resultados, ok?

Fique Ligado!

SIMULADOR SiSU

Ficou contente com sua nota?

Acha que poderia ter ido melhor?

Se você já calculou sua nota no Enem 2019 com a
gente, pode também simular
os benefícios a que pode ter acesso!

Entre no nosso simulador das notas de corte do Sisu
nas edições anteriores. Nele é possível descobrir em
quais faculdades você pode entrar com a estimativa da
sua nota no Enem 2019.

ENEM

O Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, é uma avaliação realizada anualmente pelo
Ministério da Educação (MEC/Inep) com o objetivo principal de fornecer um diagnóstico sobre o
nível de domínio que os alunos que concluíram ou estão concluindo a educação básica têm sobre
competências e habilidades nas áreas de
Linguagens e Códigos, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas.

Os dados fornecidos pelo Enem informam acerca do desempenho acadêmico dos alunos e são
utilizados como suporte para o desenvolvimento de políticas públicas e ações pedagógicas que
beneficiam os sistemas e redes de ensino do país.

Além disso, atualmente, o Enem é o principal método de ingresso nas instituições de ensino superior e, em muitos casos, substituiu o vestibular.

Confira o que você pode fazer com anota do Enem:

TEORIA DE RESPOSTA AO ITEM

Para calcular os resultados dos alunos, o Enem utiliza um conjunto de modelos estatísticos conhecido como Teoria de Resposta ao Item (TRI), que é muito mais eficiente para avaliação de uma grande quantidade de alunos e bastante diferente da simples soma de acertos das questões realizada pelos tradicionais vestibulares.

Mais do que quantificar as questões acertadas, o que interessa para o Enem é descobrir o que os alunos realmente aprenderam. Para isso, a TRI leva em conta a dificuldade de cada questão: aquela com baixo índice de acerto (considerada difícil) tem um peso maior na pontuação final do que questões com alto índice de acerto (consideradas fáceis) – para determinar esse índice de dificuldade, o Inep “calibra” todas as perguntas do Exame antes de elaborar as provas, em eventos chamados pré-testes. Dessa forma, a nota final do aluno depende do perfil de questões que ele acerta, não da quantidade.

Com a TRI, a nota do aluno não representa um desempenho individual, mas sim a posição que ele ocupou na escala onde todos os demais participantes também são incluídos. Essas escalas são como uma reta numérica, seus números representam posições. Por essa razão, ao divulgar o resultado do Enem, o Ministério da Educação (MEC/Inep) também indica as notas máxima e mínima de cada prova – são elas que informam os candidatos mais e menos proficientes em cada área do conhecimento. Dessa maneira, quanto mais próximo da nota mínima estiver um aluno, por exemplo, pode-se entender que ele demonstrou escasso domínio das competências e habilidades exigidas na prova e que uma intervenção pedagógica se faz necessária. As escalas de notas dos alunos no Enem, portanto, permitem a interpretação do significado dos números divulgados e auxilia no processo de melhoria da qualidade do sistema educacional brasileiro.